I CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIAS DA SAÚDE
Goiânia, 30 de agosto a 1º de setembro de 2017

Envio de trabalhos

REGULAMENTO PARA O ENVIO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

ATENÇÃO: OS RESUMOS PODERÃO SER ENVIADOS ATÉ  15 DE AGOSTO DE 2017

 

DA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

ART. 1º – Todos os trabalhos inscritos devem seguir este Regulamento. Os trabalhos que não seguirem as normas serão automaticamente desclassificados e os autores serão comunicados através de e-mail.

ART. 2º – Os melhores trabalhos inscritos serão apresentados em formato de Tema Livre e Pôster. A comissão científica do evento irá aprovar quais os trabalhos que serão apresentados em cada uma das modalidades.

(1) Pôster: Apresentação oral do pôster para um avaliador da Comissão Científica, no salão de exposição de pôsteres. Tempo de Apresentação: 5 minutos.

(2) Tema Livre, Apresentação oral de slides para um coordenador em sala destinada para esta finalidade. Tempo de Apresentação: 10 minutos.

ART. 3º – O autor principal (primeiro autor) deverá ser o responsável pelo envio e apresentação do trabalho e estar obrigatoriamente inscrito no Congresso (no momento da submissão). O autor principal poderá inscrever até dois (02) trabalhos, no entanto, poderá participar como coautor em outros trabalhos. Na submissão do trabalho deverá ser informado o endereço eletrônico completo do autor apresentador, para correspondência e contatos durante o Congresso.

ART 4º - O limite de autores por trabalho é de 06 (seis) nomes, sendo que o primeiro autor deverá obrigatoriamente ser o apresentador do trabalho.

ART. 5º – Todos os trabalhos serão analisados pela Comissão Científica no ato da inscrição e durante as apresentações no evento.

ART. 6º – A entrega do certificado está condicionada à apresentação do trabalho. Será conferido um certificado por trabalho exposto, contendo os nomes de todos os autores.

ART. 7º - Os trabalhos aprovados para apresentação no evento serão publicados na Revista Movimenta. (ISSN: 1984-4298), http://www.revista.ueg.br/index.php/movimenta. A submissão do trabalho ao evento está condicionada a aceitação da regra de publicação.

ART. 8º - Todos os resumos dos trabalhos devem ser enviados para o e-mail da Comissão Científica (cientificacongresso2017@gmail.com), indicar no corpo do e-mail a área de trabalho em que o estudo de insere (Exemplo: Farmácia, Fisioterapia, Biologia, etc) e o comprovante de pagamento da inscrição.

 

REGRAS PARA A FORMATAÇÃO DOS TRABALHOS

ART. 9º – O trabalho inscrito dever ser dividido nas seguintes partes:

– Título: Escrita em CAIXA ALTA, em negrito, centralizado, fonte Times New Roman, tamanho 12.

– Nome Completo dos Autores separados por ponto e vírgula (;)

– Nome da instituição ou local no qual a pesquisa foi desenvolvida: Colocar o nome da instituição por extenso, seguido pela sigla (entre parênteses), centralizado.

– Resumo do trabalho:

  • Utilizar fonte Times New Roman, 12, espaçamento 1,0;

  • O resumo deve conter no máximo 250 palavras, em um parágrafo único;

  • Não subdividir por parágrafos;

  • Uso de siglas – escrever por extenso;

  • As divisões do resumo deverão ser obrigatoriamente com os seguintes itens: Objetivo, Método, Resultados, Discussão e Conclusões. Não há necessidade de escrever o nome dos itens dentro do resumo.

– Palavras-Chave: Incluir até 5 palavras chaves, seguindo Descritores de Ciências da Saúde (http://decs.bvs.br/).

– Financiamento: Indicar o órgão de fomento da pesquisa (quando houver), abaixo das Palavras-chave.

ART. 10º – Recomendações para a elaboração e apresentação dos pôsteres:

  • A medida do Pôster deve ser, obrigatoriamente, de 100 cm (largura) x 120 cm (altura).

  • O título deve ser o mesmo enviado no resumo do trabalho;

  • A fonte e tamanho das letras devem facilitar a leitura;

  • Deve ser evitado o uso de fontes artísticas;

  • O tamanho das letras deve obedecer à hierarquia de tamanho (Titulo, Autores, Instituição, Texto do trabalho);

  • Incluir o LOGO da instituição dos autores;

  • Apresentação das partes do trabalho de maneira separada;

  • Devem ser incluídas as referências citadas no texto;

  • Podem ser levadas cópias impressas do pôster para entrega aos interessados;

  • Os autores são responsáveis pela fixação e retirada dos pôsteres nos locais e horários, que serão indicados pela comissão organizadora. Os pôsteres não retirados após a apresentação, serão descartados.

 

 

Modelo de Resumo para o Congresso

 

 

ANÁLISE DE MARCHA EM PACIENTES COM ARTRITE REUMATÓIDE

Flávia Martins Gervásio1; Nilzio Antonio da Silva2

1 Universidade Estadual de Goiás

2 Universidade de Brasília

e-mail: contato@gmail.com

 

Artrite reumatóide é uma doença que envolve pequenas e grandes articulações em quadros de sinovites persistentes. O objetivo do estudo foi analisar as características lineares de marcha e as amplitudes de movimento (ADM) do plano sagital das articulações quadril, joelho e tornozelo de mulheres com Artrite Reumatóide (AR) e um grupo de mulheres saudáveis. Estudo descritivo, transversal, controlado, cuja amostra foi constituída por 21 mulheres com AR, faixa etária de 19-65 anos pareadas por índice de massa corporal e idade com 21 mulheres normais saudáveis. A análise de marcha computadorizada foi realizada por meio de um sistema tridimensional óptico-eletrônico com câmeras infravermelho, plataformas de força e sistema Peak Motus para processar os cálculos da análise. A análise estatística utilizou teste T de Student, considerando-se p<0,05. Os resultados apresentaram decréscimo dos parâmetros lineares da marcha na amostra com AR estudada (p<0,001). Há alterações na amplitude de movimento do joelho, tornozelo, além do retardo nas transições dos movimentos de flexão-extensão, observados em quadril e joelho e dorsiflexão e flexão plantar no tornozelo. O método foi sensível em detectar decréscimo da mobilidade articular durante a marcha, mesmo quando o exame físico e o exame radiológico não diagnosticaram alterações. Os comprometimentos articulares nos membros inferiores na AR ocorrem em várias articulações de forma concomitante necessitando de um método capaz de avaliar todas as adaptações ao movimento simultaneamente. Conclui-se que o método foi capaz de detectar precocemente alterações nas articulações avaliadas mesmo quando consideradas normais na avaliação clínica e fisioterapêutica.

 

Palavras-chave: artrite reumatóide, marcha, análise de marcha tridimensional, parâmetros lineares, amplitude de movimento.

Informações: MESTRADO EM CIÊNCIAS APLICADAS A PRODUTOS PARA SAÚDE (62) 33281162 cics.caps@ueg.br

Divulgue e gerencie online cursos e eventos